O bombeiro militar da reserva remunerada Tenente Moisés Rodrigues de Oliveira recebeu homenagem hoje ao deixar o hospital depois de ficar por 47 dias internado em tratamento contra a Covid-19. Ele estava internado no Centro Estadual de Atenção Prolongada e Casa de Apoio Condomínio Solidariedade (CEAP-SOL) e durante o tratamento precisou permanecer por 19 dias entubado por ter 80% dos pulmões comprometidos em função da doença.

O vice-presidente da Assego, ST BM Wesley, diz que o momento de receber de volta com a saúde recuperada o TEN Moisés é de grande emoção. “São mais de 30 anos de serviços prestados por ele ao Corpo de Bombeiros. E nós da diretoria da Assego e Banda dos Bombeiros buscamos com essa homenagem reiterar a nossa amizade e felicidade por essa importante vitória”, ressaltou. 

Vitor Hugo de Oliveira Guedes, filho do TEN Moisés, disse que a saída do militar do hospital representa um momento de muita alegria para toda a família. “Meu pai esteve à beira da morte e nós chegamos a pensar que ele iria morrer, mas Deus o resgatou e deu a ele a vida novamente”, comemorou. Vitor Hugo agradeceu a homenagem prestada pelo Corpo de Bombeiros, pelos amigos do pai e pela diretoria da Assego. “Esse é um momento de alegria por que Deus deu novamente a vida ao meu pai”, completou.

A médica Karina Fonseca, diretora técnica do CEAP-SOL, considerou a alta do TEN Moisés um momento de muita felicidade para todos os profissionais de saúde que trabalham na unidade. “É muita satisfação ver nossos pacientes voltando para as suas famílias. Cada paciente que recebe alta percebemos o quanto é gratificante a nossa profissão”, acrescentou.

Juntos somos fortes!