Por volta das 8h30 desta quinta-feira (26), caminhoneiros iniciaram protesto na BR-364, em Mineiros. O bloqueio da via faz parte de uma série de protestos que vem ocorrendo desde o último final de semana em vários estados brasileiros. Os profissionais protestam contra o aumento do preço do diesel e o baixo valor do frete.

Por meio da Justiça, o governo brasileiro conseguiu a liberação das rodovias federais em 11 estados. Porém, até as 8h30 de hoje, os caminhoneiros mantinham o bloqueio em algumas vias.

As decisões judiciais, divulgadas entre terça (24) e quarta-feira (25), impedem que os caminhoneiros fechem todas as rodovias federais de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo e Ceará, e em 14 cidades de Goiás, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins.

Foram fixadas multas que variam de R$ 1 mil a R$ 50 mil para cada hora que os manifestantes se recusarem a liberar as vias.

Como as decisões são referentes apenas às rodovias federais, em algumas cidades, principalmente no sul do país, os caminhoneiros têm mantido bloqueados trechos de estadas estaduais. Os protestos já estão afetando o abastecimento em algumas regiões, além de inviabilizar a produção de setores como laticínios e carros.

Outros bloqueios

Na manhã da última segunda-feira (23), caminhoneiros fizeram um protesto na BR-364, Km 198, no perímetro urbano de Jataí. No domingo (22), do período da manhã até às 17h, trechos de rodovias da mesma região também ficaram bloqueadas: em Mineiros, a BR-364, e em Caiapônia, a BR-158. A manifestação aconteceu de forma pacífica e a desocupação foi voluntária.

Fonte: DM