Durante a tarde desta segunda-feira (16/01) as Entidades Representativas da Polícia e Bombeiros Militares e Pensionistas, sendo elas a Associação dos Oficiais (ASSOF), Associação dos Subtenentes e Sargentos PM & BM de Goiás (ASSEGO), Associação de Cabos e Soldados PM & BM de Goiás (ACS), Associação das Pensionistas da Polícia e Bombeiros Militares de Goiás (APPB), União dos Militares do Estado de Goiás (Unimil), Associação dos Policiais e Bombeiros Militares de Goiás (APBM), Associação dos Oficiais da Reserva da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (AOFMIL), Associação dos Militares Inativos de Goiás (Amigo) e Caixa Beneficente reuniram-se em caráter de urgência para deliberar os próximos passos diante das propostas do Executivo que tramitam na Assembleia Legislativa.

Entre as medidas por parte do Governo está a redução do efetivo da Polícia Militar de Goiás, fazendo com que diversos municípios fiquem desassistidos diante do crescente índice de violência no Estado e a PEC 3548/16 que limita os gastos correntes dos Poderes do Estado.

A fim de conscientizar sobre os danos que poderão ser causados à sociedade, as categorias buscam junto ao Governo a abertura de negociações, porém, não descartam uma paralisação das atividades. Uma mobilização geral já está com data marcada para o dia 15 de fevereiro deste ano, às 14h em frente á Assembleia Legislativa de Goiás.

WhatsApp Image 2017-01-17 at 09.53.31 WhatsApp Image 2017-01-17 at 09.53.31 (1) Foto Entidades