Um trabalhador rural de 38 anos foi feito refém por cerca de 12 horas durante um assalto à propriedade onde atua, em Serranópolis, no sudoeste de Goiás. Ele afirma que foi surpreendido por cinco homens em uma caminhonete quando estava sozinho no local. A vítima teve o rosto coberto e as mãos amarradas.

O homem, que prefere não ser identificado, disse que em um determinado momento, foi levado do local pelos criminosos. “Eu fiquei umas duas horas dentro da caminhonete na fazenda. Depois a gente saiu, um [suspeito] dirigindo e outro me vigiando. Os outros três ficaram na fazenda”, lembra.

A vítima foi deixada neste sábado (8) pelos suspeitos próximo a uma lavou de milho às margens da BR-364, cerca de 50 km do local onde ocorreu o crime. Ele só foi localizado depois que uma pessoa passava pelo local, viu o trabalhador e acionou socorro. A proprietária da fazenda ainda não esteve no local para saber o que foi roubado. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Fonte: G1 Goiás