A Associação dos Subtenentes e Sargentos do Estado de Goiás (Assego) participou hoje, 22, do evento Mulheres que Ajudam Mulheres – Na Mira Delas. O encontro foi realizado no Clube de Tiro TZB, localizado no setor Vila Brasília, em Goiânia. O público-alvo foram policiais militares femininas, autoridades do Estado de Goiás e também civis. A Assego foi representada por seu Presidente, o SGT PM Paulo Sérgio de Souza. O objetivo do evento foi apresentar a prática de esportes em situações de risco e o treino de tiro como meios para o empoderamento feminino.

Vale ressaltar que este é o primeiro encontro de mulheres que formam a rede de proteção à mulher vítima de violência em Goiás. A organização ficou por conta do Batalhão Maria da Penha, cuja comandante é a Tenente Coronel Neila. Além da Assego, várias outras entidades e institutos estiveram presentes, como o Instituto Rodolfo Souza, o qual oferece cursos preparatórios para a carreira militar. Lembrando ainda que a ação ocorre no mês de março, um período marcante para as mulheres na luta pela igualdade de direitos e justiça social.

As falas das autoridades presentes no encontro deixaram claro que a violência contra a mulher não é um problema recente, sendo que as vítimas são das mais diversas idades e classes sociais. “Existem inúmeros tipos de violência, assédio moral, psicológico, patrimonial e física. É importante mulheres se ajudarem para que a gente encontre a cura, nós precisamos de uma sociedade justa e equilibrada”, afirmou a Doutora Cristina Lopes, Secretária Municipal de Direitos Humanos e Políticas. Isso reforça a importância do policiamento feito pelo Batalhão Maria da Penha no combate à violência doméstica contra a mulher. “O Batalhão Maria da Penha pode sim ser uma companheira, uma amiga e está ali para poder ajudar”, declarou Elaine Nascimento, Presidente do PTB Mulher Estadual.

Para denunciar algum caso de violência contra a mulher, ligue no número 180.