A obra do novo traçado da BR-153 deverá ter início no começo de 2016 e fará com que a rodovia tenha 7 quilômetros a mais do que o traçado atual, saindo dos atuais 35 para 42 quilômetros. Apesar do aumento, a rodovia sairá do fluxo urbano de Goiânia, que fará da mudança um trajeto mais rápido. O novo traçado cortará diversos locais em que hoje estão fazendas e serão feitos nove pontos de cruzamentos, desde Hidrolândia até próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-060 (veja quadro ao lado). As mudanças despertam a curiosidade e dúvidas das pessoas que moram ou trabalham próximo ao local onde passará a rodovia, que teve seu traçado aprovado pelas autoridades responsáveis na semana passada.

Agricultores e pecuaristas da região afirmam que aguardam ansiosamente pela vinda da rodovia, especialmente pela chegada do asfalto, mas reiteram que perderão o sossego no local. No trecho, já há uma busca pelas terras, que têm se valorizado e há notícias de que um condomínio residencial fechado deverá ser construído próximo ao Campus da Universidade Federal de Goiás (UFG). Um dos pecuaristas, que preferiu não ser identificado, disse que um vizinho seu já pede R$ 2 milhões pelo alqueire na região. “E é bem capaz dele conseguir isso”, afirma.

Pelo mapa apresentado, um haras é localizado justamente na área em que a BR-153 vai passar, mas trabalhadores do estabelecimento afirmam desconhecer o projeto e se mostraram apreensivos com o possível fim do local de trabalho.

ETAPAS

Presidente da Triunfo Concebra, responsável pela obram, Odenir Sanches Sanches explica que inicialmente foram feitos serviços de manutenção, como roçagem, limpeza, reparos em cercas e buracos na área. Outra etapa é a das desapropriações dos locais que serão atingidas pelo novo traçado. Todas as propriedades relacionadas estão sendo cadastradas para posteriores atos de desapropriação e indenização.

O cruzamento do novo traçado da BR-153 com a GO-403, na entrada do município de Senador Canedo, segundo o mapa feito pela Triunfo Concebra, será construído em frente a um condomínio residencial nas margens da rodovia estadual. Informada pela reportagem do POPULAR, a administração do condomínio Jardim Veneza também disse não ter recebido qualquer contato da empresa responsável pela obra e nem da prefeitura de Senador Canedo.

Pelo mapa, o trajeto da nova BR-153 pegaria boa parte do condomínio, por correr ao lado das linhas de transmissão energéticas, atingindo também a área verde do residencial. O projeto básico aponta ainda a construção de uma espécie de viaduto próximo ao local, apenas para a transposição da rodovia estadual.

Fonte: O Popular