Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou 39 veículos irregulares responsáveis por fazer transporte de passageiros entre Goiânia e Anápolis após uma operação na tarde dessa quinta-feira (21). Dentre os problemas encontrados estavam motoristas sem o curso específico para esse tipo de transporte, falta de equipamentos obrigatórios, como cinto de segurança e indicativo da alavanca para abertura das janelas em caso de emergência, disco do tacógrafo não preenchidos corretamente, alteração na quantidade de assentos permitidos para o veículo, além de excesso de lotação.

Segundo a PRF, depois de algumas horas de fiscalização, a empresa responsável pelo transporte ordenou que os motoristas desviassem a rota original para fugir da fiscalização. Assim, os ônibus começaram a passar por outros municípios goianos, evitando a BR-060, o que causou grande transtorno para os passageiros, pois a viagem foi atrasada em mais de uma hora.

Irritados, eles entraram em contato com a Central de Informações da PRF e denunciaram a situação. Após realizar um cerco, os veículos foram flagrados no trevo de Goianápolis, com grande excesso de lotação, já que acreditavam estar longe do alcance da polícia.

Fonte: O Popular