Os candidatos s governador Marconi Perillo (PSDB) e Iris Rezende (PMDB) começam a segunda semana de campanha eleitoral falando neste segundo turno falando um do outro. Na propaganda eleitoral deste domingo (12) à noite Marconi comparou as obras que realizou com as de seu adversário e Iris afirmou que manterá todos os programas sociais criados pelos governos tucanos.

No domingo foi publicada a primeira pesquisa Serpes/ O POPULAR do segundo turno onde o governador Marconi aparece com 53,9% de intenções de voto contra 35,6% do ex-governador Iris Rezende (PMDB) na primeira pesquisa Serpes/O POPULAR do segundo turno das eleições ao governo estadual. Dos 801 entrevistados dos dias 8 a 11 de outubro, 4,9% afirmaram que vão anular o voto e 5,6% estão indecisos.

Considerando os votos válidos (excluídos os nulos e indecisos), Marconi alcança 60,25% – um salto de 14,39 pontos em relação ao resultado do primeiro turno, quando o tucano teve 45,86%. Iris tem 39,75% dos votos válidos, 11,35 pontos acima do que recebeu na primeira fase da campanha. No cálculo do instituto, os votos válidos de Marconi podem variar de 56,7% a 63,8%. Já de Iris podem ir de 36,2% a 43,3%.

Divisão dos votos

A maioria dos eleitores de Vanderlan Cardoso (PSB) votará em Iris Rezende (PMDB) no segundo turno das eleições ao governo de Goiás, enquanto a maior parte dos que votaram em Antônio Gomide (PT) optará por Marconi Perillo (PSDB) no dia 26 de outubro.

A primeira rodada da pesquisa Serpes/O POPULAR neste segundo turn aponta uma divisão na transferência de votos dos candidatos derrotados para os concorrentes do segundo turno.

No universo de eleitores que disseram ter votado em Vanderlan, 43,3% pretendem votar agora em Iris, enquanto 34,3% declaram voto em Marconi. Quase 20% dos eleitores de Vanderlan responderam que não votarão ou que vão anular o voto e 3% não escolheram ainda um novo candidato.

O pessebista, que teve 14,98% dos votos válidos no primeiro turno, anunciou neutralidade na semana passada, frustrando a expectativa do PMDB por apoio formal.

Já no grupo que votou em Gomide no primeiro turno, 45,6% agora pretendem votar em Marconi e 35,1% em Iris. O índice de votos nulos no universo de eleitores do petista é de 5,3% e 14% se disseram indecisos. Gomide, que teve 10,09% dos votos válidos, tem o maior universo de eleitores em Anápolis, onde foi prefeito por dois mandatos e local em que o PMDB tem grande rejeição. Iris alcançou apenas 4,59% dos votos válidos na cidade.

A pesquisa Serpes/O POPULAR foi registrada no TSE sob o protocolo BR–01080/2014 e no TER sob o protocolo GO–00187/2014.

Fonte O Popular