As equipes de ROTAM compostas pelo tenente Edson, sargentos Fagundes, Ruylson e Paulo, cabos Neill, Deusimar e Ronyeder e pelo soldado Barreto foram informadas a respeito de um crime que estaria ocorrendo no Jardim Novo Mundo.

Segundo as informações iniciais o proprietário de uma distribuidora de bebidas estaria comprando um revólver, ainda segundo essas informações uma residência localizada na Rua Londrina estaria sendo usada como depósito de armas, sendo o morador um traficante internacional de armas que além de cometer esse crime estaria alugando essas armas para diversas quadrilhas especializadas no roubo e explosão de estabelecimentos bancários.

De posse dessas informações, as equipes policiais se deslocaram até o local onde conseguiram abordar o suspeito, durante a busca domiciliar um verdadeiro arsenal foi encontrado. Entre as armas apreendidas estão armas de calibre restrito e até mesmo calibre proibido entre elas um fuzil 7.62 com luneta, uma carabina 357, uma pistola Colt .45 além de outras pistola e revólveres totalizando 16 (dezesseis) armas de fogo além de 5.000 (cinco mil) munições de diversos calibres.

Quando interrogado pelos policiais militares, o criminoso confessou que havia importado as armas do Paraguai e que realmente já havia alugado as mesmas. Os presos já possuíam uma extensa ficha criminal sendo que o traficante já possuía 06 (seis) processos por porte ilegal de arma de fogo.

Diante dos fatos os criminosos receberam voz de prisão sendo conduzidos à Superintendência da Polícia Federal em Goiás onde o delegado de plantão realizou todos os procedimentos legais.

Fonte: site PMGO