O tráfico de drogas e o rastro de criminalidade que ele provoca é o maior desafio para a redução de criminalidade em Goiás, como prevê o modelo de gestão implementado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), configurado no Programa Goiás Cidadão Seguro. Para 2014, a meta é reduzir em 10% o índice de homicídios em território goiano, em relação a 2013. Até setembro deste ano, foram registrados em todo o Estado 1.922 assassinatos, um total que é 1,2% maior que o registrado no mesmo período do ano passado (1.899 casos).

A cada três meses, os indicadores de cada uma das 36 Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisp) são analisadas e novas metas traçadas. Desde a implantação do Programa Goiás Cidadão Seguro, a SSP-GO tem anunciado sistematicamente policiamento mais ágil e eficiente e investimento em pessoal, armamento, viaturas e premiação, mas as metas definidas não estão fáceis de serem cumpridas.Os números do terceiro trimestre do ano, a que o POPULAR teve acesso, revelam que em 15 destas áreas as forças de segurança não conseguem impedir que o número de homicídios continue crescendo.

Fonte: O Popular